domingo, 29 de janeiro de 2012

Leitor diz que Secretário de Governo de Campos, Geraldo Pudim, mente descaradamente no jornal Folha da Manhã de hoje.

E-mail de: Campista Campos
Data: Dom, 29 Jan 2012 15:45:59
Assunto: Secretário de Governo de Campos mente descaradamente.

Boa Tarde! Fiquei abismado quando li uma matéria do Jornal Folha da
Manhã de hoje (29/01/2012) em que o Secretário de Governo de Campos,
Geraldo Pudim, mentir descaradamente dizendo que somente os
funcionários, que tem o domicilio fora do municipio de Campos e que
não fizeram o tal recadastramento que eles inventaram no mês passado.
Eu não tive meu nome divulgado naquela lista e não tive meu RioCard
recarregado, nenhum funcionário da minha secretaria (seje ele
domiciliado ou não em Campos) teve seu RioCard recarregado. Na
sexta-feira (27/01/2012) foi um grupo do setor em que trabalho ao
CESEC procurar informação. Chegando lá foram informados por uma
atendente na Secretaria de Administração que este mês a prefeitura não
depositou o RioCard de ninguém por falta de verba e os poucos que
receberam no inicio do nês foram os que recadastraram e estavam
atrasados do mês aterior por conta da "lista da discórdia". E ele vem
pra um jornal dizer mentiras. Dizer que está tudo normal. Pelo amor de
Deus! Esse Geraldo Pudim deveria ter vergonha na cara, ou melhor
deveria mudar o nome para Geraldo Pinóquio.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

RESUMO DAS NOVELAS DE 23 À 28 DE JANEIRO DE 2012




           

     





     





          

ÔNIBUS EM GREVE NESTA TERÇA-FEIRA.


Desde a zero hora de hoje (24/01), os trabalhadores do transporte coletivo estão em greve em Campos. Em assembléia na noite de ontem (23/01), no Sindicato da categoria, os trabalhadores decidiram entrar em greve, de acordo com o presidente do Sindicato, Roberto Virgílio, ainda não há tempo determinado para a paralisação, mas ele acredita que a suspensão do serviço seja de pelo menos 12 horas, mas no decorrer do dia, a categoria deve se reunir para acertar os rumos do movimento.


 
“A categoria decidiu parar a partir de zero hora por causa do atraso do pagamento de dezembro, que deveria ter sido feito até o último dia 5”, disse o presidente. Virgílio também afirmou que a situação envolve quase todas as empresas de ônibus. A assembleia terminou por volta das 23h. 

Motoristas e cobradores presentes a assembléia disseram que os patrões alegaram não ter previsão para colocar os salários em dia.

A reunião em Campos, contou com a presença de representantes da Federação Estadual dos Trabalhadores no Transporte e da diretoria da Nova Central, central sindical a qual o Sindicato dos Rodoviários de Campos é filiado.

Ainda de acordo com Roberto Virgílio, desde a madrugada, acontecem piquetes nas portas das garagens das em presas, para impedir que os coletivos deixem as garagens.

Fonte:  

domingo, 22 de janeiro de 2012

DIGNIDADE HUMANA PRA QUÊ?



Na última quinta-feira (19/01/2011) presenciei mais uma das atrocidades da Polícia Militar juntamente com a Guarda Municipal. A mulher, que visivelmente estava sob o efeito de drogas, estava 'importunando' algumas pessoas no boteco "SoKana" na Lapa. Ao pedir ajuda dos guardas municipais, a moça que estava no boteco e havia chamado a ' força' se arrependeu logo em seguida pois, eles chamaram um PM que começou a jogar spray de pimenta no rosto da mulher, bater na cara dela - mesmo esta estando imobilizada por nada mais nada menos QUATRO homens. Os seios à mostra não foram o suficiente para eles se tocarem e terem um mínimo de respeito e humanidade. Enquanto a mulher pedia ajuda e se debatia, enfiaram ela à força no carro da PM. Com seu pé ainda do lado de fora, eles começaram a tentar fechar a porta inúmeras vezes. Meu namorado que estava comigo, se expressou APENAS ORALMENTE a seguinte frase "Que isso?! Vão quebrar o pé dela?" . A resposta que ele obteve foi um "Seu viado, vai tomar no cú" dito pelo PM que estava no local seguido de spray de pimenta no rosto. Falei que era necessário chamar polícia FEMININA, e o PM - ignorantemente - tornou a responder: "Isso aqui não é Polícia dos Estados Unidos não, isso aqui é Polícia Brasileira." Como se depois das barbáries presenciadas nas favelas e na USP, alguém ainda tivesse dúvidas disso. Eu, como mulher, me senti agredida e violentada. Isso não é o retrato apenas das políticas medíocres voltadas pra mulher, ou do machismo algoz que nos atravessa dia após dia. É retrato dessa polícia cada vez mais despreparada para a ação, dessa democracia falida que anda junto com o abuso de autoridade hereditário, dessa apatia que envolvem as milhões de pessoas que continuaram tomando sua cerveja enquanto o fenômeno natural chamado violência acontecia de baixo de seus narizes. Obviamente, ela é Negra e Pobre.

Fonte: Facebook

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

PU Saldanha Marinho suspende curativos por falta de ATADURAS.

Nesta manhã as salas de curativos sépticos e assépticos tiveram que suspender os trabalhos. Motivo? FALTA DE ATADURAS. Isso mesmo, o Governo Cor de Rosa com arrecadação bilionária deixa faltar ataduras em seus postos de saúde. Inclusive um dos pacientes chegou no PU Saldanha Marinho se queixando já ter ido em mais dois postos de bairro (Novo Jockey e Jockey Club) e tambem informaram não ter ataduras e encaminhado-o para o PU da Saldanha Marinho, que também está em falta do material. Os funcionários e a população aguardam uma solução.

E aí Secretário Municipal de Saúde, Dr. Paulo Hirano? A saúd
e do município está tudo sob controle, como o doutor vem afirmando em entrevistas por aí?

Os pacientes estão tendo que comprar atadura pra fazer o curativo. ISSO É UM ABSURDO! Uma prefeitura bilionária e o cidadão ter que comprar atadura pra fazer curativo.

Com a palavra, alguém do Governo Cor de Rosa...

Atualizado às 19:35hs: Hoje à tarde no PU da Saldanha Marinho, por volta das 17:00hs chegaram alguns materiais cedidos pelo HGG (Hospital Geral de Guarus) e dentre eles estavam algumas ataduras.


quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Campos recebe primeiro royalties do ano, no valor de R$ 49.914.916,16

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) depositou ontem (17/01) nas contas de municípios e estados produtores os royalties do petróleo referentes ao mês de novembro de 2011. Como a partilha dos recursos ainda está em discussão no Congresso Nacional, o repasse foi feito obedecendo as regras atuais de distribuição. Somente Campos recebeu R$ 49.914.916,16, cerca de 1,26 % a menos que no mês anterior, quando foi feito o maior repasse de 2011. Em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram depositados R$ 40.559.127,31, houve um aumento de 18,74%.

No acumulado do ano de 2011, entre royalties e participações especiais, a ANP repassou ao município pela exploração do petróleo na Bacia de Campos R$ 1.185.031.883,50. Em relação ao mesmo período de 2010, quando o município arrecadou R$ 879.550.721,16, houve um aumento de 34,73%.

A queda no repasse este mês também se reflete nas indenizações dos outros municípios produtores de petróleo da Bacia de Campos. Macaé recebeu R$ 37.405.707,37 ontem e R$ 37.862.265,24 em dezembro; São João da Barra, com uma redução de R$ 18.636,57; Quissamã, que registrou queda de R$ 35.805,13; e Carapebus que recebeu R$ 3.037.185,83este mês e R$ 3.123.528,30 mês passado.

As indenizações repassadas aos municípios e estados produtores, nas proporções atuais, podem estar comprometidas já a partir deste ano, quando está previsto para ser apreciado na Câmara dos Deputados, em regime de urgência, o projeto de lei do senador Vital do Rêgo, que prevê a redistribuição dos royalties do petróleo, resultando em perdas principalmente ao Rio de Janeiro e Espírito Santo. Após ser aprovada no Senado, a proposta depende de votação na Câmara, para, então, ser enviada para sanção da presidente Dilma Rousseff.

No Norte Fluminense, um dos municípios mais prejudicados seria Quissamã, podendo perder, no mínimo, 50% do orçamento de R$ 180 milhões, já este ano. São João da Barra calcula perder em 2012 até R$ 85 milhões, o que representa 22% do orçamento. Para Macaé, a aprovação do projeto levaria a uma perda de cerca de R$ 130 milhões em 2012. O prejuízo imediato de Campos, de acordo com o presidente do Centro de Informações e Dados de Campos (Cidac), Ranulfo Vidigal, será de R$ 520 milhões.

Deputados federais das bancadas fluminense e capixaba estão na expectativa de que o Supremo Tribunal Federal (STF) conceda liminar suspendendo a tramitação do projeto que altera a lei de distribuição dos royalties do petróleo. Em audiência com os deputados Anthony Garotinho (PR-RJ), Rose de Freitas (PMDB-ES) e Hugo Leal (PSC- RJ), em dezembro passado, o ministro do STF Luiz Fux, relator do mandado de segurança impetrado pelas bancadas, afirmou que o documento foi feito em bases sólidas e citou que existe jurisprudência firmada pela Corte em casos semelhantes.

Fonte: Folha da Manhã

PREFEITURA ATRASA RIOCARD DOS FUNCIONÁRIOS


Depois de no mês passado armar todo aquele circo vexatório expondo nomes de funcionários em Diário Oficial e fazendo "recadastramento" dos funcionários que residem em municípios limítrofes, a Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes do governo Rosinha Garotinho até o momento não repassou a verba para recarga do RioCard de seus funcionários.

Liguei hoje para a Secretaria Municipal de Administração no CESEC e fui informado pela atendente que a Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes ainda não repassou a verba para a recarga do RioCard pois está sem dinheiro em caixa para tal. E que não há previsão para tal repasse. Que talvez até o fim do mês entre a recarga (ironizando).

Ora! Como está sem verba se aluga carros blindados por quase R$ 500 mil, se compra lata de leite Nan por R$ 110 reais cada, se faz obras milionárias e as inaugura pela metade.

Já está na hora do órgão fiscalizador começar a agir. Poia este é um ano eleitoral e admiro muito tudo isso está passando despercebido e ninguém fazer nada. Se continuar assim essa roubalheira vai continuar por mais quatro anos. ACORDEM!!!!!!!

Obs.: Funcionários já estão se mobilizando pra pararem na próxima semana se não forem recarregadas suas passagens. Pois nem todos tem condições de custearem passagens dos municípios limítrofes, e em solidariedade aos colegas de trabalho os funcionários que residem nossa "Campos Formosa" também parariam. Mais detalhes em breve.

Com a palavra alguém do Governo Cor de Rosa...

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Campos recebe R$ 7,8 milhões para restruturar rede de saúde


Brasília - O Ministério da Saúde liberou R$ 7.811 milhões para a cidade de Campos dos Goytacazes, na região norte fluminense. No início da semana passada, a cidade foi afetada pela elevação do nível do Rio Paraíba do Sul, que alagou diversos pontos da cidade, atingindo residências e edifícios públicos.

Por causa dos estragos, a prefeita Rosinha Garotinho decretou, na quarta-feira (11/01), situação de emergência localizada, relativa apenas à localidade de Três Vendas, no distrito de Travessão, uma das áreas mais afetadas. No dia seguinte (12/01), os riscos de doenças a que os moradores da localidade que se recusam a deixar suas casas estão expostos levou a prefeitura a decretar situação de emergência em saúde.

O dinheiro liberado pelo ministério já está disponível desde a sexta-feira (13/01) para ser utilizado integralmente na restruturação da rede de saúde municipal e na ampliação do atendimento à população. Além de comprar medicamentos e insumos, a Secretaria Municipal de Saúde poderá destinar parte dos recursos para as obras necessárias em unidades hospitalares e para o Serviço Móvel de Emergência (Samu). A Portaria nº 85 com a liberação dos recursos está publicada na edição de sexta-feira (13/01) do Diário Oficial da União (CLIQUE AQUI).

O valor é um adiantamento de parte dos recursos que seriam repassados ao município ao longo do ano por meio do Fundo Nacional de Saúde para custear atendimentos médicos de média e alta complexidade (cirurgias, hemodiálise, transplantes, entre outros).

Fonte:


Do Blog: Enquanto isso nossa saúde anda doente. Faltam médicos, materiais para procedimentos, medicamentos e muita vergonha na cara dos governantes de nosso município. Como se não baste-se o plantão das quintas-feiras ter o quantitativo médico reduzido causando assim falta de atendimento necessário à população Campista, agora os plantões das terças-feiras também está com o quadro médico reduzido. Hoje foi um Deus nos acudam no PU da Saldanha Marinho. Para a população ter uma ideia tinha gente que chegou as 09hs da manhã e até às 15:40hs não havia sido atendido. Um paciente com suspeita de meningite que chegou pra ser atendido por volta das 13hs e até as 15hs estava no corredor aguardando atendimento (um caso que era pra ser tratado logo que chegasse e ficar isolado e não andando de um lado para o outro dentro na unidade).

Só pra alertar ao leitores, além das quintas-feiras agora a precariedade no atendimento se estendeu para a terça-feira.

Vamos esperar pra ver se as autoridades competentes com essa verba resolve esses problemas na nossa saúde. Vamos aguardar até o próximo plantão de quinta-feira.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Dilma autoriza saque do FGTS por vítimas das chuvas



O governo autorizou o saque de até R$ 6.220,00 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para quem foi vítima de desastres naturais, no início deste ano. A medida beneficia as vítimas das enchentes em Minas Gerais e Rio de Janeiro. O saque, porém, está condicionado à última movimentação da conta do Fundo. 

Abaixo, a íntegra do decreto, publicado hoje (12/01/2012), no Diário Oficial da União:

DECRETO No 7.664, DE 11 DE JANEIRO DE 2012

Dá nova redação ao art. 4o do Decreto no 5.113, de 22 de junho de 2004, que

regulamenta o art. 20, inciso XVI, da Lei no 8.036, de 11 de maio de 1990, que dispõe sobre o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço - FGTS.

A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso IV, da Constituição, e tendo em vista o disposto na alínea "c" do inciso XVI do caput do art. 20 da Lei no 8.036, de 11 de maio de 1990, D E C R E T A: 

Art. 1o - O art. 4o do Decreto no 5.113, de 22 de junho de 2004, passa a vigorar com a seguinte redação: "Art. 4o - O valor do saque será equivalente ao saldo existente na conta vinculada, na data da solicitação, limitado à quantia correspondente a R$ 6.220,00 (seis mil duzentos e vinte reais), por evento caracterizado como desastre natural, desde que o intervalo entre uma movimentação e outra não seja inferior a doze meses." (NR)

Art. 2o - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 3o - Fica revogado o Decreto no 7.428, de 14 de janeiro de 2011.

Brasília, 11 de janeiro de 2012; 191o da Independência e 124o da República.

Dilma Rousseff, presidente da República; Guido Mantega, ministro da Fazenda; Paulo Roberto dos Santos Pinto, ministro interino do Trabalho.


Fonte:  

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Rio Paraíba do Sul começa a baixar segundo última medição do INEA


(Atualizado até 05:15 hs) Entenda-se como 06:15 hs pois o  sistema do INEA não está no horário de verão.

Medição Estação Campos


RIO PARAÍBA DO SUL

NÍVEL DE TRANSBORDAMENTO  - 8,26

Data e Hora      -      Nível

11/01 - 05:15     -     10.20
11/01 - 05:00     -     10.21
11/01 - 04:45     -     10.21
11/01 - 04:30     -     10.21
11/01 - 04:15     -     10.22
11/01 - 04:00     -     10.23
11/01 - 03:45     -     10.24
11/01 - 03:30     -     10.24
11/01 - 03:15     -     10.26
11/01 - 03:00     -     10.24
11/01 - 02:45     -     10.25
11/01 - 02:30     -     10.25
11/01 - 02:15     -     10.25
11/01 - 02:00     -     10.25
11/01 - 01:45     -     10.26
11/01 - 01:30     -     10.26
11/01 - 01:15     -     10.26
11/01 - 01:00     -     10.27
11/01 - 00:45     -     10.27 
11/01 - 00:30     -     10.26
11/01 - 00:15     -     10.25

Imagens do caos em nossa cidade

Imagens e vídeos registrados na noite de 10/01/2012

DESCIDA DA PONTE DA LAPA (GUARUS)




DESCIDA DA PONTE DA LAPA (LAPA)









BEIRA-RIO (CAIS DA LAPA)










RUA MIGUEL HERÉDIA ESQUINA COM RUA SETE DE SETEMBRO





Última medição do Rio Paraíba pelo INEA às 00:30 hs

(Atualizado até 23:30 hs) Entenda-se como 00:30 hs pois o  sistema do INEA não está no horário de verão.

Medição Estação Campos


RIO PARAÍBA DO SUL

NÍVEL DE TRANSBORDAMENTO  - 8,26

Data e Hora      -      Nível

10/01 - 23:30     -     10.26
10/01 - 23:15     -     
10/01 - 23:00     -     
10/01 - 22:45     -     10.26 
10/01 - 22:30     -     10.24
10/01 - 22:15     -     10.25
10/01 - 22:00     -     10.24
10/01 - 21:45     -     10.24
10/01 - 21:30     -     
10/01 - 21:15     -     
10/01 - 21:00     -     
10/01 - 20:45     -      
10/01 - 20:30     -     10.23
10/01 - 20:15     -     10.21
10/01 - 20:00     -     
10/01 - 19:45     -     
10/01 - 19:30     -     
10/01 - 19:15     -     10.18
10/01 - 19:00     -     
10/01 - 18:45     -     10.16 
10/01 - 18:30     -     10.16
10/01 - 18:15     -     10.14
10/01 - 18:00     -     10.13

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Última medição do Rio Paraíba pelo INEA às 22:45 hs

(Atualizado até 21:45 hs) Entenda-se como 22:45 hs pois o  sistema do INEA não está no horário de verão.

Medição Estação Campos


RIO PARAÍBA DO SUL

NÍVEL DE TRANSBORDAMENTO  - 8,26

Data e Hora      -      Nível


10/01 - 21:45     -     10.24
10/01 - 21:30     -     
10/01 - 21:15     -     
10/01 - 21:00     -     
10/01 - 20:45     -      
10/01 - 20:30     -     10.23
10/01 - 20:15     -     10.21
10/01 - 20:00     -     
10/01 - 19:45     -     
10/01 - 19:30     -     
10/01 - 19:15     -     10.18
10/01 - 19:00     -     
10/01 - 18:45     -     10.16 
10/01 - 18:30     -     10.16
10/01 - 18:15     -     10.14
10/01 - 18:00     -     10.13



Represa de Minas abre as comportas e mais água deve chegar a Campos

Uma enxurrada que caiu no último domingo (08/01) em Além Paraíba, Minas Gerais, fez aumentar muito a vazão de água da Represa dos Pombos que fica na divisa do Estado do Rio com o Estado de Minas Gerais, entre Carmo e Além Paraíba. Nesta segunda-feira o fluxo de água já estava quatro vezes maior do que o normal para a represa, que, para não sofrer avarias na sua estrutura, decidiu abrir as comportas.

De acordo com a direção da represa, nesta segunda-feira (09/01) a vazão chegou ao máximo de 3.100 metros cúbicos por segundo (m³/s), mas agora a vazão está estabilizada em 2.400 m³/s. sendo que o normal para a represa é uma vazão de aproximadamente 700 m³/s. A empresa informou por telefone que as fortes chuvas em Além Paraíba obrigaram a direção a abrir as comportas, para não prejudicar a estrutura da represa.

Em São Fidélis o Rio Paraíba do Sul começa a preocupar novamente. De acordo com a Defesa Civil da cidade, o nível do rio está subindo cerca de 10 centímetros por hora, e já está com 4,90 metros.

Em Campos o secretário de Defesa Civil da cidade, Henrique Oliveira, disse que apesar do rio ser maior na cidade, a preocupação é grande. “Há sim uma grande preocupação, mas o Rio Paraíba é muito grande aqui em Campos, agora vamos esperar para ver o quanto seremos afetados. Outra preocupação é que nós temos que saber o tempo que eles vão ficar com as comportas abertas”, disse.

O nível do Rio Paraíba chegou a cota de 9,70 metros na noite desta segunda-feira, na medição das 20h.

A empresa informou por telefone que não há uma previsão para fechar as comportas.

Fonte: Site Ururau

sábado, 7 de janeiro de 2012

Ministro diz que abertura de estrada-dique em "Campos Formosa" foi planejada

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, afirmou nesta quinta-feira (05/01) que a abertura da BR-356 foi uma ação planejada que teve como objetivo impedir que as águas do rio Muriaé chegassem ao rio Paraíba do Sul e alagassem áreas maiores de Campos (RJ). 

Ele elogiou a ação, que atribuiu à Defesa Civil do Estado do Rio.

"Na Baixada Campista, através de uma ação planejada pela Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro, se conseguiu desobstruir uma estrada para dar vazão às águas que chegavam em Campos, e quatro mil pessoas foram avisadas a tempo e realocadas, mitigando o risco de perda de vidas humanas", disse o ministro ao comentar que o Estado está mais preparado para lidar com situações extremas por causa de investimentos feitos no ano passado em sistemas de alerta.

"A estrada foi aberta para extravasar a água e evitar alagamentos e prejuízos maiores para a população".

As declarações foram feitas após reunião com o governador Sergio Cabral (PMDB), na qual o ministro alertou para a previsão de chuvas fortes nos próximos dias, instando as autoridades estaduais e municipais a manterem o alerta máximo.

Segundo Cabral, são esperadas chuvas fortes nas noites de sexta para sábado e, principalmente, de sábado para domingo. As regiões mais afetadas devem ser o noroeste do Estado, a Baixada Campista, a região serrana e a região metropolitana.

"É muito preocupante. É preciso estar com as defesas civis municipais e com a população atentos a essa situação", disse Cabral.

No encontro, o governador apresentou ao ministro três projetos de obras preventivas que somam R$ 950 milhões. O ministro ficou de avaliar a possibilidade de incluí-los no orçamento federal em reunião com a ministra Gleisi Hoffman (Casa Civil). Também foi feito pedido de 30 mil colchonetes e cinco mil cestas básicas para o atendimento da população desabrigada nos municípios, o que foi atendido pelo ministério.

Rompimento de dique abre cratera na rodovia BR-356, em Campos dos Goytacazes, no Rio; veja galeria


ENXURRADA

A elevação do nível da água do rio Muriaé provocou o rompimento de um dique (barragem para conter a água de rios) e formou uma cratera de mais de 20 metros na rodovia BR-356, no trecho que liga Campos a Itaperuna.

A água invadiu o bairro Três Vendas, em Campos dos Goytacazes, no norte fluminense. Cerca de 1.000 pessoas tiveram que ser retiradas do local, segundo a Defesa Civil municipal. Parte dos moradores preferiu ficar para tentar salvar seus pertences.


Segundo o coordenador da Defesa Civil Municipal, major Edson Braga, o bairro de Três Vendas é protegido pelo dique. "Rompeu justamente no ponto onde foi feito um trabalho pelo Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) em 2009", afirmou. "Vai encher toda a comunidade como ocorreu na enchente de 2008".

Fonte: Folha UOL

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Rio Paraíba do Sul começa a baixar segundo última medição do INEA


(Atualizado até 05:30 hs) Entenda-se como 06:30 hs pois o  sistema do INEA não está no horário de verão.

Medição Estação Campos


RIO PARAÍBA DO SUL

NÍVEL DE TRANSBORDAMENTO  - 8,26

Data e Hora      -      Nível

05/01 - 05:30     -     10.15
05/01 - 05:15     -     10.15
05/01 - 05:00     -     10.15
05/01 - 04:45     -     10.15
05/01 - 04:30     -     10.16
05/01 - 04:15     -     10.17
05/01 - 04:00     -     10.16
05/01 - 03:45     -     10.17
05/01 - 03:30     -     10.18
05/01 - 03:15     -     10.18
05/01 - 03:00     -     10.18
05/01 - 02:45     -     10.19
05/01 - 02:30     -     10.19
05/01 - 02:15     -     10.20
05/01 - 02:00     -     10.20
05/01 - 01:45     -     10.20
05/01 - 01:30     -     10.20
05/01 - 01:15     -     10.21
05/01 - 01:00     -     10.21
05/01 - 00:45     -     10.22 
05/01 - 00:30     -     10.21
05/01 - 00:15     -     10.21


Última medição do Rio Paraíba pelo INEA às 00:30 hs


(Atualizado até 23:30 hs) Entenda-se como 00:30 hs pois o  sistema do INEA não está no horário de verão.

Medição Estação Campos


RIO PARAÍBA DO SUL

NÍVEL DE TRANSBORDAMENTO  - 8,26

Data e Hora      -      Nível

04/01 - 23:30     -     10.20
04/01 - 23:15     -     10.20
04/01 - 23:00     -     10.21
04/01 - 22:45     -     
04/01 - 22:30     -     10.20
04/01 - 22:15     -     10.20
04/01 - 22:00     -     
04/01 - 21:45     -      
04/01 - 21:30     -     10.20
04/01 - 21:15     -     
04/01 - 21:00     -     
04/01 - 20:45     -      
04/01 - 20:30     -     
04/01 - 20:15     -     
04/01 - 20:00     -     10.17
04/01 - 19:45     -     
04/01 - 19:30     -     
04/01 - 19:15     -     
04/01 - 19:00     -     
04/01 - 18:45     -     10.16 
04/01 - 18:30     -     10.15
04/01 - 18:15     -     10.15
04/01 - 18:00     -     10.14

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Última medição do Rio Paraíba pelo INEA às 18:00 hs

(Atualizado até 17:00 hs) Entenda-se como 18:00 hs pois o sistema do INEA não está no horário de verão.

Medição Estação Campos


RIO PARAÍBA DO SUL

NÍVEL DE TRANSBORDAMENTO  - 8,26

Data e Hora      -      Nível

04/01 - 17:00     -     10.11
04/01 - 16:45     -     10.10 
04/01 - 16:30     -     
04/01 - 16:15     -     
04/01 - 16:00     -     
04/01 - 15:45     -     
04/01 - 15:30     -     10.07
04/01 - 15:15     -     10.07
04/01 - 15:00     -     10.06
04/01 - 14:45     -     10.05 
04/01 - 14:30     -     10.05
04/01 - 14:15     -     10.04
04/01 - 14:00     -     10.03
04/01 - 13:45     -     10.04
04/01 - 13:30     -     10.02
04/01 - 13:15     -     
04/01 - 13:00     -     10.00
04/01 - 12:45     -      9.99
04/01 - 12:30 
04/01 - 12:15 
04/01 - 12:00     -      9.97

Na medição do INEA das 16:00 hs Rio Paraíba atinge 1,80 mts acima do nível de transbordamento


(Atualizado até 15:00 hs) Entenda-se como 16:00 hs pois o sistema do INEA não está no horário de verão.

Medição Estação Campos


RIO PARAÍBA DO SUL

NÍVEL DE TRANSBORDAMENTO  - 8,26

Data e Hora      -      Nível

04/01 - 15:00     -     10.06
04/01 - 14:45     -     10.05 
04/01 - 14:30     -     10.05
04/01 - 14:15     -     10.04
04/01 - 14:00     -     10.03
04/01 - 13:45     -     10.04
04/01 - 13:30     -     10.02
04/01 - 13:15     -     
04/01 - 13:00     -     10.00
04/01 - 12:45     -      9.99
04/01 - 12:30 
04/01 - 12:15 
04/01 - 12:00     -      9.97